Goiânia, 15/08/22
Tribuna Livre Goiás
CIDADES · 09/11/2020

Força-tarefa prende seis envolvidos na morte do empresário Agno Rainere, em São Miguel do Araguaia

Crime ocorreu no final de setembro teve participação de ex-familiar da vítima, segundo as investigações


(Foto: Divulgação)

Delegados da força-tarefa apresentam resultados da investigação que levou à prisão dos supostos autores, mandante e intermediários do assassinato do empresário Agno Rainere

Por Tribuna Livre

A força-tarefa criada para investigar o caso do empresário Agno Rainere, assassinado no final de setembro, em São Miguel do Araguaia cumpriu, ao longo da última semana, mandados de prisão contra os suspeitos de envolvimento no homicídio: os dois indivíduos que são apontados como executores, um advogado e dois ex-agentes penitenciários, que seriam intermediários e o principal suspeito de ser o mandante, ex-sogro da vítima.

“Em resumo, o ex-sogro da vítima contratou um advogado da família por R$ 150 mil para dar fim à vida do Agno. Esse advogado procurou uma pessoa na cidade, que é um ex-agente penitenciário, e esse fez contato com um colega da época do sistema prisional. Essa pessoa, já de Goiânia, foi quem contratou as outras duas: tanto o motorista do veículo, como o executor”, explicou o delegado Elton Diogo Fonseca, membro da força-tarefa.




Tags: Prisão homicídio Agno Rainere