Goiânia, 26/06/22
Tribuna Livre Goiás
ECONOMIA · 08/03/2021

Governo do Estado, por meio da GoiásFomento, liberou quase R$ 38 milhões para mulheres empreendedoras, em 2020

No período, clientes do sexo feminino receberam desembolsos para investir ou ampliar negócios


(Foto: Divulgação)

Por Tribuna Livre

Que a crise econômica foi difícil por conta da pandemia da Covid-19, ninguém nega. Entretanto, foi justamente nos momentos de dificuldades que as empreendedoras goianas mostraram todo o seu valor. Em 2020, o Governo de Goiás, por meio da GoiásFomento, liberou montante de quase R$ 38 milhões para microempresas cujo proprietário ou sócio-principal são mulheres, e também para microempreendedores individuais (MEIs) do sexo feminino.

Esse é o caso da Luana Ribeiro Costa, dona da Gatos de Rua Café, pequeno negócio estabelecido atualmente no Setor Universitário, em Goiânia. Ela contou que, durante a pior fase da pandemia, no ano passado, ficou sem recursos financeiros. Mas, ao obter crédito junto à GoiásFomento, foi possível alugar um quiosque e criar uma estrutura para trabalhar, juntamente com o irmão e a mãe. “Hoje somos uma empresa de família”, destacou.

Segundo Luana, foi possível comprar equipamentos, além de melhorar a qualidade dos fornecedores e dos produtos. Afirmou que a consultoria prestada pelo Sebrae-GO ajudou muito também. “Com todo esse suporte, apesar de a empresa ser pequena, nós constituímos um empreendimento comercial forte e que não se abala, o que nos faz crer que não teremos problemas para crescer”, disse.



Tags: