Goiânia, 26/06/22
Tribuna Livre Goiás
Goiás · 12/05/2022

Governador Ronaldo Caiado participa do Dia D de Combate ao Aedes aegypti

Força-tarefa realizada pelo Governo de Goiás, em parceria com a Prefeitura de Goiânia, visa diminuir o número de casos de infestação do mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika


Governador Ronaldo Caiado, ao lado da presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), primeira-dama Gracinha Caiado, durante o Dia D de Combate ao Aedes aegypti

Por Tribuna Livre

O governador Ronaldo Caiado participou, nesta quinta-feira (12/05), em Goiânia, do Dia D de Combate ao Mosquito Aedes aegypti, juntamente com a presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), primeira-dama Gracinha Caiado. A campanha foi realizada no Parque da Lagoa, no Parque Industrial João Braz. A ação, em parceria com a prefeitura da capital, tem o objetivo de diminuir a propagação do mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika e ainda orientar a população sobre formas de evitar o surgimento de novos criadouros. 

“Goiás, neste ano, teve um avanço proporcional maior do que os anos anteriores e, mais do que nunca, precisamos de força conjunta. Todos nós temos de assumir responsabilidades”, alertou Caiado. “Temos de estar de braços dados para superarmos aquilo que não tem nos tranquilizado. Essa ação conjunta vai nos dar resultado positivo, mas contamos com a participação da população”, frisou. “Ela tem de se engajar conosco para nos trazer informações sobre áreas de risco”, pontuou o governador.

Dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES) apontam que Goiânia concentra o maior número de casos de dengue notificados neste ano no Estado (37.913). Além disso, o município tem o maior número de mortes confirmadas pela doença em 2022. Em Goiás, dos 34 óbitos em decorrência da dengue, nove ocorreram na capital. “Nosso governo tem se especializado em combater inimigos invisíveis, mas que geram estragos grandes junto à população. Assim como o foi contra a corrupção, mau uso de dinheiro público e a Covid-19, agora o será contra dengue”, afirmou o vice-governador, Lincoln Tejota.

“Estamos aqui de mãos dadas, todos juntos, para lutarmos contra a dengue, mas é importante que a sociedade tenha essa vontade de lutar”, alertou o prefeito Rogério Cruz, destacando a necessidade de cuidados básicos, como manutenção da limpeza de quintais e eliminação de focos de água parada. “Dengue é mobilização social. Não é só ação pública, do governador ou do secretário, que vai resolver o problema. É todos trabalharem de forma cooperada e acionar quem precisa”, pontuou o secretário de Estado da Saúde, Sandro Rodrigues. 

Durante a mobilização, agentes de endemias, agentes comunitários e profissionais da SES realizam visitas domiciliares aos moradores para conscientizá-los quanto aos cuidados para evitar a proliferação de doenças causadas pelo mosquito. Enquanto isso, uma equipe do Corpo de Bombeiros utiliza drones para identificar criadouros do mosquito em locais de difícil acesso. “Nosso governo tem integrado ações de segurança, saúde e educação, para que a gente chegue no objetivo que é servir a população”, salientou comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Washington Vaz Júnior.

O Governo de Goiás promove ações de combate ao mosquito Aedes aegypti em diversos municípios goianos desde meados de abril, quando o número de casos de dengue teve um avanço considerável em todo o Estado.


Tags: Benefício Goiânia Governo Goiás