Goiânia, 19/01/22
Tribuna Livre Goiás
GASTRONOMIA · 02/10/2019

Empresários apostam em drinks gelados com vinho para driblar calor em Goiânia e atrair clientes

Clientela no Badio Winebar aumentou 60% mesmo no período de chuva graças a um planejamento estratégico


Reprodução/Internet

Por Redação Tribuna Livre

A  estiagem aliada ao calor e ao tempo seco tem dificultado a vida dos goianiense. Em Goiânia, foi registrado o recorde de temperatura no último mês, chegando a quase 40°C, além da umidade do ar que esteve abaixo dos 10%, considerado situação de alerta pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

O calor exacerbado acabou diminuindo a frequência dos clientes do Badio Winebar,  localizado na Avenida 85, no Setor Marista, em Goiânia. “Percebemos a redução de clientes nesse período mais crítico da seca, porque querendo ou não, muita gente acha que vinho combina mais com frio e chuva, mas não é verdade”, explica um dos sócios do empreendimento, Júlio César Bezerra. 

Apesar de culturalmente a maioria dos goianos ter preferência em consumir cerveja a vinho, esse quadro vem mudando. Segundo uma pesquisa feito pelo site Cuponation em 2019, Goiás é o sexto estado brasileiro que mais consume vinhos. Já o Brasil, ocupa o 17ºno lugar no ranking mundial. Acesse a pesquisa completa aqui

Para o empresário Júlio, há realmente uma mudança no comportamento do goianiense em relação à bebida do baco. “É muito comum hoje em dia ver em várias mesas de um restaurante pessoas  tomando vinho, mas de fato o calor atrapalhou um pouco essa evolução”, diz. 

Pensando numa forma de atrair os clientes, mesmo nesse período de seca, Júlio e o sócio, o sommelier Hugo Alexandre de Sousa, estão apostando em drinks gelados com vinhos. “Existem diversos tipos de vinhos que podem e devem ser consumidos também durante o calor e que combinam muito bem com um dia na piscina, na praia, num piquenique no parque. Muitos vinhos brancos, rosés, espumantes e, até mesmo, tintos, são opções refrescantes, leves, refrescantes, além de muito saborosas”, destaca o profissional. 

Por isso, conforme explica o sommelier, além do pioneiro rodízio de vinhos que virou a  marca do winebar, também são servidos drinks como a Sangria e o Clericot. “A  Sangria, muito comum na Europa, é uma bebida preparada com frutas, vinho tinto e gelo. As frutas normalmente são cítricas como limão, abacaxi, maçã e uva. Já o Clericot é a Sangria branca que pode ser feita com vinho branco, rose, espumante ou champagne. O ideal é acrescentar frutas frescas e em geral cítricas, como na Sangria”, afirma Hugo. 

Com essa medida, os empresários conseguiram aumentar cerca de 60% de clientes nesse período. “Criamos promoções como o “ladies night”, em que oferecemos dobradinha de drinks e taças de vinhos para as mulheres a noite toda, além de investimentos em divulgação”, conta o empresário Júlio. 

Para ele, é preciso sempre inovar e se adequar as condições de mercado. “Apesar do período chuvoso estar chegando, temos calor em Goiânia na maior parte do ano, portanto precisamos sempre criar estratégias para driblar os contratempos e alavancar nosso negócio”, conclui o empresário.


Tags: calor em Goiânia drinks gelados vinhos mercado