Goiânia, 26/06/22
Tribuna Livre Goiás
CIDADES · 02/11/2019

Mais de 5 toneladas de peixes mortos são retirados do Rio Meia Ponte

Amostras foram coletadas para verificar a presença de substâncias impróprias na água.


SEMAD

Por Núbia Ferreira

Uma operação realizada pela Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) retirou mais de 5 toneladas de peixes mortos do Rio Meia Ponte, na região da Usina Hidrelétrica de Rochedo, em Piracanjuba.

A ação é resultado de parceria com prefeitura, Corpo de Bombeiro, Batalhão Ambiental da Polícia Militar e Celg GT. No total, trinta profissionais participaram da iniciativa.

Além dos peixes mortos, outros materiais represados no trecho do rio também foram retirados. Os animais mortos foram aterrados, conforme protocolos estabelecidos. 

No Rio, foram coletadas amostras da água para verificar a presença de metais pesados e substâncias orgânicas. Também tiveram amostragem os trechos do Rio Meia Ponte em Goiânia, na Região Noroeste e no trecho próximo à ponte da Rodovia GO-020, saída para o município de Bela Vista. Outros pontos ao longo do Rio Meia também serão amostrados.

Os laudos devem ser finalizados na próxima semana, mas conforme análises iniciais, em Piracanjuba, o rio apresentava baixo nível de oxigenação, o que pode ser sido causado pela matéria orgânica e material contaminado encontrados no leito. 


Tags: riomeiaponte morte peixe oxigenação análise