Goiânia, 05/12/21
Tribuna Livre Goiás
CIDADES · 12/12/2019

Tecnologia na Educação


Divulgação

Nelson Marques é engenheiro de controle e automação e coordenador de tecnologia

Por Nelson Marques

A tecnologia é uma ferramenta positiva, que traz inúmeras vantagens. Uma delas diz respeito ao desenvolvimento das crianças e adolescentes, desde que usada da forma correta e com o direcionamento certo. Por isso, é essencial otimizar o uso da tecnologia pelas crianças. Isso ajuda a desenvolver raciocínio lógico, e pode ser um excelente aliado dos estudos escolares. 

Ter hoje um smartphone conectado à internet é ter o mundo na palma da mão. A criança tem uma infinidade de possibilidades para pesquisar, podendo buscar e encontrar respostas para qualquer questão em poucos segundos. Então por que não fazer da grande rede o novo livro didático? A ideia de não só receber um conteúdo pronto, mas também ser capaz de construir e divulgar aquilo que é de seu interesse, faz com que a criança assuma o lugar de protagonista em seu próprio aprendizado.

Quando se fala em aplicar a tecnologia na educação, parece haver uma resistência que não se vê em outras áreas. Basta observarmos com atenção a nossa rotina. Nos bancos, nos supermercados, nas indústrias, no agronegócio, na medicina, nas relações sociais e profissionais. Desde o relógio até o carro que usamos, tudo mudou com a aplicação de recursos tecnológicos. 

O humano é, definitivamente, um ser tecnológico. Qual é o motivo de deixar a escola fora dessa revolução que já aconteceu? A aplicação desses recursos na escola é extremamente tímida, comparada com todas as outras áreas. Associar a tecnologia a novas técnicas pedagógicas já validadas trazem resultados surpreendentes e tendem nivelar as turmas por cima. A tecnologia gera naturalmente o engajamento e o prazer pelo aprendizado, quando aplicada da maneira correta. Tão importante quanto o rendimento escolar, a tecnologia educacional irá preparar as crianças de hoje para as profissões do futuro.

Infelizmente, não estamos fazendo o uso correto da tecnologia em nossas escolas. Isso porque, o Brasil está muito atrasado com relação a alfabetização tecnológica e as escolas estão buscando, cada uma por si, de maneira difusa, oferecer disciplinas como a Robótica ou a programação. Mas de uma maneira que não retira o melhor da tecnologia, que é o poder criador e o desafio de se buscar uma solução para um problema real. 

Precisamos preparar nossos jovens para serem desenvolvedores de tecnologia e não somente usuários. Quanto mais tempo criando, menos tempo eles estarão sujeitos ao uso inadequado. 

*Nelson Marques é engenheiro de controle e automação e coordenador de tecnologia


Tags: tecnologia ferramenta positiva educação desenvolvimento crianças e adolescentes