Goiânia, 05/12/21
Tribuna Livre Goiás
GASTRONOMIA · 23/12/2019

5 dicas para aproveitar o Natal de forma saudável

Com pequenos ajustes, é possível manter a tradição sem abrir mão do sabor


Reprodução

Por Saúde Brasil

Está chegando uma das épocas mais gostosas: as festas de fim de ano. Mas o que comer nessas noites especiais sem abrir mão da saúde? Ideias para preparar uma ceia de Natal simples e com opções mais saudáveis você encontra aqui:

1 – Sai o tender, entram as carnes brancas e magras

Em geral, as carnes típicas do Natal são bastante calóricas. O tender, por exemplo, é derivado do porco, sendo uma espécie de presunto, ou seja: industrializado e com alto teor de sal e gordura. Nesse caso, a regra é clara: nada de ultraprocessados! Mas as carnes suínas são bem-vindas, como é o caso do lombo, que é a parte mais magra do porco.

O peru, estrela da festa, deve ser consumido com moderação. Mas assim como as demais aves, é importante consumi-lo sem pele, devido ao colesterol, e com temperos caseiros. Uma boa opção também é o frango orgânico e de base agroecológica. Dependendo da apresentação e preparação, é um prato natalino para ninguém botar defeito!

Os peixes frescos e os minimamente processados também são ótimas opções para a ceia. Pelo menor conteúdo de gorduras e, em particular, pela alta proporção de gorduras saudáveis (insaturadas), os peixes são excelentes substitutos. Em todos os casos, a preparação é o segredo para ser saudável: opte por carnes assadas, grelhadas ou cozidas.

2 – Use e abuse da criatividade nas preparações

Farofa e arroz são presenças quase unânimes nas ceias de Natal! Mas é possível deixar essas preparações mais saudáveis e nutritivas. O arroz branco, por exemplo, pode ter seu conteúdo de nutrientes reduzido com o polimento excessivo de grãos.

Mas dá para deixá-los mais saborosos e nutritivos caprichando e incrementando a receita. O arroz e a farofa combinam super bem com frutas secas, lentilha, legumes e castanhas. Já ouviu falar da Castanha-do-Pará? Ela é de origem brasileira, saborosa, nutritiva e uma ótima opção para as preparações natalinas.

Alguns legumes também são bem versáteis e dão um toque a mais às receitas. Outro livro do Ministério da Saúde, Na cozinha com as Frutas, Legumes e Verduras, traz uma opção deliciosa de farofa feita com legumes. Vale usar tanto como ingrediente quanto como guarnição. Que tal preparar uma bela salada antes do prato principal? Ou alguns legumes cozidos para acompanhar as carnes do jantar? É só usar a criatividade que não tem erro!

3 – Tempero bom é feito em casa

As preparações caseiras são sempre a melhor saída! Além de garantir a origem do produto, você está consumido algo in natura ou minimamente processado. No caso dos temperos não seria diferente: a venda das carnes já temperadas é algo muito comum nessa época do ano e isso significa mais sal e mais gorduras saturadas adicionadas a elas.

A dica é simples: abra mão de todos os condimentos ultraprocessados e produtos já temperados. Além de garantir a sua saúde e a de sua família, você ainda consegue dar o seu toque pessoal à receita. Sabe aquele tempero de família? Chegou a hora dele brilhar!

Utilize ervas frescas, secas, especiarias, alho, cebola e pimentas. Dá até para brincar com o doce e salgado ao fazer combinações que levem frutas. Já pensou em preparar um molho de mel e laranja para regar as aves, por exemplo? Mais uma vez, deixe a criatividade entrar em ação. Só não esqueça de dosar o sal. Para deixar saboroso, ele precisa ser usado com equilíbrio!

4 – Você pode fazer algumas substituições na hora da sobremesa

Quando o assunto é alimentação saudável, você pode pensar em algumas substituições estratégicas. A dupla famosa panetone e rabanada podem ser adaptadas para opções mais saudáveis. Em vez de fritas, as rabanadas podem e devem ser assadas no forno. Já os panetones da vez podem ser os artesanais/caseiros, que são feitos com ingredientes mais saudáveis.

As frutas também são boas opções por serem nutritivas, naturalmente doces e ainda refrescantes. O abacaxi, por exemplo, ainda é uma ótima pedida para o encerramento da sua ceia. Isso porque ele contém a enzima bromelina, que auxilia na digestão das proteínas.

Usando as frutas como ingrediente principal, dá para fazer salada de fruta, torta, mousse, pavê, bolo e até mesmo o famoso sorbet, que é feito todo a base de frutas geladas e substitui muito bem os sorvetes tradicionais, lembrando da importância de utilizar alimentos in natura e minimamente processados nestas preparações. O livro Na cozinha com as Frutas, Legumes e Verduras tem uma sessão dedicada às sobremesas. É só entrar e escolher!

5 – Não esqueça de beber água!

A água é sua melhor amiga em qualquer época, mas nas festas de fim de ano orienta-se maior atenção! Ela ajuda no processo de desintoxicação do organismo, inclusive após consumo de bebidas alcoólicas. Portanto, é importante aumentar a ingestão hídrica. Vale água de coco, água pura ou água saborizada. O importante é manter-se hidratado! 


Tags: Natal dicas alimentação saudável festas fim de ano alimentos