Goiânia, 26/06/22
Tribuna Livre Goiás
POLÍTICA · 27/02/2020

Governo de Goiás investe na recuperação dos distritos industriais

Frentes de serviços do Estado, por meio da Codego, avançam por Itumbiara, Catalão e Anápolis onde 9 milhões são empregados


(Foto: Reprodução)

Por Redação

O Governo de Goiás, por meio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego), tem avançado com o trabalho de recuperação dos distritos industriais, infraestrutura esquecida por anos pelos governos anteriores. A atual gestão da empresa estatal, presidida por Marcos Cabral há pouco mais de três meses, já iniciou uma frente de serviço para revitalizar o pavimento asfáltico do Distrito Agroindustrial de Anápolis (DAIA) com a operação tapa- -buraco e recapeamento, além de roçagem, limpeza, caiação de meio-fio e pintura.

Nos próximos dias, os serviços do Estado avançarão para o Distrito Agroindustrial de Itumbiara (DIAGRI) e o Distrito Mineroindustrial de Catalão (DIMIC). A meta é restaurar 23 distritos em 20 municípios goianos, garantindo o desenvolvimento regional e a trafegabilidade adequada para o escoamento da produção.

DAIA

Após a ordem de serviço assinada pelo governador Ronaldo Caiado, a Codego lançou um pacote de obras para o DAIA com investimento de R$ 9 milhões, principalmente para ampliar o sistema de abastecimento de água do distrito, responsável pelo fornecimento para mais de 150 indústrias e para 16% da população de Anápolis, evitando assim o desabastecimento em momentos de estiagem como no passado.

A lagoa de captação, por exemplo, será desassoreada e ampliada, o que aumentará em 234% o volume de água captada do Rio Caldas. Além disso, 20 poços artesianos serão perfurados. A previsão é de incremento mínimo de 200 mil litros de água por hora no Sistema de Abastecimento de Água do parque industrial. O Governo também lançou o Programa Pró-Água em parceria com a Prefeitura de Anápolis para revitalizar o Rio Caldas e o Ribeirão Extrema. Com o objetivo de promover o reflorestamento, zonas de proteção serão criadas com o plantio de 50 mil mudas típicas do cerrado. Assim, áreas degradadas e de nascentes serão recuperadas, promovendo a infiltração e a retenção da água da chuva no solo.

Outras obras importantes foram destravadas pelo atual governo, como o Anel Viário do DAIA. Uma nova licitação foi concluída por R$ 5,5 milhões para readequar e corrigir os erros do projeto inicial, valor muito abaixo do processo lançado pelo governo anterior que, com termos aditivos, superariam os R$ 12 milhões, mais que o dobro do atual contrato.

A obra já começou. E recentemente o governador Ronaldo Caiado inaugurou a 3ª Delegacia Regional de Polícia de Anápolis, em terreno e prédio cedidos pela Codego no DAIA, na BR-153. A construção também estava paralisada há quase um ano e meio, e foi retomada pela atual presidência da Companhia. O local atenderá Anápolis e mais 11 municípios e contará com outras delegacias especializadas (GIH, GENARC E GEPATRI), ampliando a segurança e os serviços prestados.

Entorno do Distrito Federal

Uma das regiões prioritárias do Governo de Goiás é a do Entorno do Distrito Federal. E após a aprovação da população de Santo Antônio do Descoberto em audiência pública, um novo parque industrial será criado no município com área maior, inclusive, que a do DAIA. A expectativa é que 5 mil empregos diretos e 9 mil indiretos sejam gerados com a implantação.

Economicidade

Por orientação do governador Ronaldo Caiado, um choque de gestão foi implementado na Codego. Todos os antigos contratos foram auditados e custos em diversas áreas foram reduzidos, gerando uma economia de R$ 9,2 milhões em 2019 aos cofres públicos. Compliance No dia 12 de fevereiro, o presidente da Codego, Marcos Cabral, assinou o termo de compromisso do Programa de Compliance Público (PCP), na presença do secretário de Estado-Chefe da Controladoria Geral do Estado (CGE), Henrique Moraes Ziller. O compromisso foi firmado na sede da CGE, no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, e atende determinação do governador Ronaldo Caiado, que, no ano passado, implementou o PCP no Estado. O presidente se comprometeu a adotar o conjunto de procedimentos e estruturas
destinados a assegurar a conformidade dos atos de gestão com padrões morais e legais, garantir o alcance dos resultados das políticas públicas e a satisfação dos cidadãos, fomentando a ética, a transparência, a responsabilização e a gestão de riscos.

Apesar da assinatura ocorrer só neste ano, a atual gestão da Companhia já tem adotado as práticas determinadas pelo governador Ronaldo Caiado. Foram criados na Codego os departamentos de Auditoria e Corregedoria para priorizar normas de controle, além de um Comitê Setorial de Compliance Público (PCP) para coordenar e executar o PCP sob orientação consultiva da CGE. “São regras que temos seguido para mudar a cultura da Companhia. Com a auditoria de todos os contratos firmados anteriormente, por exemplo, conseguimos economizar milhões dos cofres públicos”, afirma o presidente da Codego, Marcos Cabral.


Tags: Codego Governo de Goiás Marcos Cabral