Goiânia, 15/08/22
Tribuna Livre Goiás
CIDADES · 01/10/2019

Polícia Civil de Goiás vai investigar causas de incêndio na Chapada dos Veadeiros

Três mil hectares no interior do parque e mais 3,5 mil hectares no entorno da área de proteção ambiental foram destruídos pelo fogo


Reprodução/Corpo de Bombeiros de Goiás

Por Thyélen Lorruama

A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema), vai investigar as causas dos incêndios que atingiram o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. As chamas começaram na última sexta-feira (27/09) e só foram controladas na tarde do domingo (29/09).

Segundo Levantamento do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), 3 mil hectares no interior do parque e mais 3,5 mil hectares no entorno da área de proteção ambiental foram destruídos pelo fogo. 

Os incêndios começaram há mais de uma semana em área externa do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. Outros focos ocorreram dentro e fora da unidade de conservação, o primeiro em uma área conhecida como Sertão Zen e outro na Serra da Boa Vista/Rio dos Couros. 

Trabalham no combate às chamas 90 homens, dentre bombeiros, brigadistas do ICMBio, do Ibama e voluntários da Rede Contra o Fogo. Foram utilizados quatro aviões tanques do ICMBio para lançamento de água, um helicóptero do Corpo de Bombeiros de Goiás para o deslocamento de tropas e 18 viaturas. 

A Chapada dos Veadeiros compreende os municípios de Alto Paraíso de Goiás, Cavalcante, Teresina de Goiás, Nova Roma e São João d'Aliança. Ao todo, a área tem 240 mil hectares de Cerrado.


Tags: Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros incêndios investigações Delegacia do Meio Ambiente